Métricas de Otimização

Novidades sobre ferramentas para SEO e SEM.

Otimização: A palavra da vez para a internet

on Maio 25, 2017 Comentários desativados em Otimização: A palavra da vez para a internet

Quem trabalha com internet já ouviu, pelo menos uma vez na vida, a palavra “otimização”. Do português, o substantivo “otimização” significa “criação de condições mais favoráveis para o desenvolvimento de algo”. Da internet, pode significar desde uma palavra chave que faz com que o Google identifique teu texto até uma hashtag utilizada estrategicamente para atrair pessoas que simpatizam com o seu conteúdo.

Quem tem seus perfis e sua marca na internet tem que sempre ficar ligado nas tendências. Um exemplo é o Instagram, que acabou de anunciar um novo jeito de otimizar o conteúdo e indexá-lo com hashtags na função Stories. Segundo o G1, que divulgou a notícia, se trata de um agrupamento dos mini clipes na área de busca, onde tem uma lupa. Portanto, a partir de agora vai ser mais fácil encontrar conteúdos no aplicativo.

Hashtags e otimização

A partir desta novidade, as marcas poderão investir ainda mais nas hashtags para que os usuários encontrem seu conteúdo de maneira mais rápida e assertiva, porque quando a pesquisa for sobre uma hashtag, os Stories que a tiverem incluído também serão listados.

O que concluímos com isto é: Vamos utilizar a tecnologia a nosso favor e vamos buscar, ao máximo, o nosso diferencial dentro deste imenso bolo. Quem pega as primeiras fatias, se delicia mais.

Fonte: G1

Saiba mais em desenvolvimento de sites

leia mais
Andressa NascimentoOtimização: A palavra da vez para a internet

Proteja suas informações em meio aos avanços tecnológicos

on Maio 3, 2017 Comentários desativados em Proteja suas informações em meio aos avanços tecnológicos

As redes sociais, especialmente, com seus algoritmos, são capazes de oferecer publicações de acordo com o internauta. Recentemente, a professora Kelli Burns, suspeitando disso, ligou para um amigo e falou do seu “desejo” de viajar para um Safari em jipes pela África. Menos de um minuto depois, acessou seu perfil no Facebook e logo no primeiro post do seu feed apareceu uma estória sobre Safari, além de uma propaganda de carros. Coincidência?

Exposição constante?

Hoje em dia, é possível ouvir o que uma pessoa diz e transformar isto em texto (com tecnologias como Lex, da Amazon, e Watson, da IBM). Aliados à inteligência artificial, as empresas aprendem o perfil do cliente para criar uma relação ainda mais pessoal. Porém, até que ponto isso é benéfico ao usuário?

Previna-se

O feitiço, infelizmente, pode se virar contra o feiticeiro e tais avanços tecnológicos são capazes de prejudicar com relação à divulgação de informações pessoais. Afinal, estes mesmos sistemas conseguem obter informações adicionais com outras empresas e aplicativos.

Os armazenamentos na nuvem, sobre o qual não temos controle absoluto, inclusive, também podem permanecer lá, mesmo quando as apagamos. A questão, então, é: como se prevenir dessas “invasões” cibernéticas?

– Use sempre o modo privativo no navegador, para evitar que te rastreiem de forma fácil

– Use aplicativos de mensagem com criptografia direta entre os usuários

– Procure sempre criptografar arquivos sensíveis, principalmente se for armazená-los na nuvem

– Não divulgue em redes sociais, chats e fóruns assuntos muito particulares como problemas de saúde, situação econômica, ideologias políticas e afins;.

– Retire permissões de recursos que você não utiliza (microfone, câmera, contatos, etc) de aplicativos de smartphone. Existem casos de informações deletadas por usuários em redes sociais que continuam acessíveis de outras formas.

Fonte: Canaltech

leia mais
Andressa NascimentoProteja suas informações em meio aos avanços tecnológicos

Sua empresa está preparada para a Transformação Digital?

on Maio 1, 2017 Comentários desativados em Sua empresa está preparada para a Transformação Digital?

A transformação da Tecnologia da Informação é importante e cerca de 71% das empresas sabem disso. Porém, de acordo com um estudo da ESG em parceria com a Dell EMC, apenas 5% das corporações já estão preparadas para a Transformação Digital.

5 em cada 100 estão prontas

Na pesquisa, as organizações consultadas foram separadas em quatro grandes grupos (Transformadas, Em Evolução, Emergentes e Legadas), e apenas 5 em cada 100 se encaixam na categoria esperada (Transformadas).

Para uma maturidade tecnológica, com infraestruturas, processos e alinhamentos organizacionais adequados, é um caminho necessário para não ser deixado para trás pelos concorrentes. Outros 12% das empresas se encaixam entre as ‘Legadas’, ou seja, com pouquíssimo – ou nenhum – avanço nas questões relacionadas à transformação de TI. E a sua empresa, em que patamar está?

TI é lucro, não gasto

Para tal modernização na infraestrutura, o caminho não é fácil. São necessárias iniciativas nos processos e equipes. Entre as empresas que se consideram preparadas atualmente, atitudes como criação de produtos inovadores e em um menor prazo, automatização de processos e tarefas manuais e TI como centro de lucro – e não de custo – estão na lista.

Olá, Transformação Digital

Implementação, avaliação ou planejamento de adoção de tecnologias definidas por software fazem parte da adoção desses sistemas tecnológicos a longo prazo. Além disso, o levantamento provou que a transformação da TI tem levado a uma maior cooperação e relacionamento entre as áreas de TI e negócios. Portanto, é hora de dar as mãos e não largar mais, certo?

Fonte: Canaltech

leia mais
Andressa NascimentoSua empresa está preparada para a Transformação Digital?

Revolução Tecnológica 4.0 e seus benefícios

on Abril 26, 2017 Comentários desativados em Revolução Tecnológica 4.0 e seus benefícios

Duas décadas depois e internet, smartphones, mídias sociais e máquinas cada vez mais tecnológicas mudaram nossa forma de viver. Aplicativos inteligentes e de consumo transformaram nossa vida cotidiana, seja com relação à educação, aprendizagem, compras, viagens e, claro, comunicação. Seja bem-vindo à Revolução Tecnoógica 4.0!

Revolução Tecnológica 4.0

A ideia da Revolução Tecnológica 4.0 ajuda as empresas a aumentar receitas e lucros, gerenciar riscos e melhorar a produtividade e o retorno sobre os ativos. E você, empreendedor, está pronto para esta revolução incessante? Os executivos têm a responsabilidade de identificar o melhor ajuste para sua empresa e se dedicar à exploração e aprendizado das novas capacidades.

De carona, vem a computação em memória, a Internet das Coisas, a inteligência artificial e a realidade virtual. Ou seja, não dá pra ficar parado! Gerenciar essa complexidade e reimaginar tudo faz parte de todo o processo de adaptação.

Fonte: Canaltech

leia mais
Andressa NascimentoRevolução Tecnológica 4.0 e seus benefícios

Inteligência Artificial: Sua empresa está pronta?

on Abril 25, 2017 Comentários desativados em Inteligência Artificial: Sua empresa está pronta?

Cazuza já dizia que “o tempo não para”, certo? E isso nunca casou tão bem com outra área como a tecnológica. Negócios que desafiam o ambiente tradicional, novas otimizações de processo… Portanto, uma visão estratégica digital é imprescindível.

IA em voga

Uma das tecnologias que tem recebido atenção crescente é a Inteligência Artificial (IA). Ela já está entre nós auxiliando equipes de marketing na segmentação de anúncios, além de uma ampla variedade de outras funções, como automação de atendimento ao cliente, por exemplo.

E sua empresa, está pronta? É bom ver se existe alguma possibilidade de desenvolver uma capacidade de IA específica para o seu negócio se tornar ainda mais personalizado. Ou se a melhor opção é incorporar algo que já existe na empresa.

TI em ação

Daí pra melhor: quanto mais máquinas aprendem, mais as empresas têm que analisar de que forma esses resultados impactam nos novos negócios. Com uma equipe de TI bem estruturada, a IA requer o aprendizado contínuo de fontes de dados, ecossistema de parceiros e clientes, e por aí vai.

Analisar sempre

Certos dados, como o impacto que os novos processos causam nos colaboradores da empresa, por exemplo, devem ser levados em conta. Fora que a implantação de IA resulta em um fluxo de trabalho muito diferente, com novas ferramentas e novas expectativas.

Avaliar o cenário, é claro, indispensável. Portanto, a Inteligência Artificial não pode ser ignorada, especialmente de agora em diante. Afinal, a concorrência está por aí!

Fonte: Canaltech

leia mais
Andressa NascimentoInteligência Artificial: Sua empresa está pronta?

Desenvolvimento profissional e a cultura da internet

on Abril 20, 2017 Comentários desativados em Desenvolvimento profissional e a cultura da internet

Não há como fugir da Transformação Digital. Então, já diz o ditado: “se não pode com eles, junte-se a eles”, certo? E para o desenvolvimento profissional, ele só vem a adicionar quando se trata de especialização e alinhamento com a tecnologia, cada vez mais avançada.

Open Source como aliada

A questão é que as novas tecnologias têm alterado o comportamento humano então, para os empreendedores, entender tais mudanças é angariar vantagens com relação à Transformação Digital. As tecnologias Open Source, por exemplo, auxiliam nisso com comunidades e integração de pessoas de todo o mundo, com solução de problemas e no desenvolvimento de novas tecnologias.

Atualização constante

Portanto, estar alinhado com os conhecimentos cada vez mais evoluídos tecnologicamente ajuda a atender às novas demandas do mercado. O volume de informações só cresce e, claro, profissionais têm maior facilidade de acesso na solução de problemas. Ou seja, o desenvolvimento profissional está cada vez mais em alta. Só não pode ficar para trás!

A participação ativa em comunidades Open Source, inclusive, pode ser um grande aliado no desenvolvimento profissional, seja para um aluno de um curso de tecnologia ou para um profissional já experiente e atuando no mercado de trabalho.

Trabalho em equipe, sempre!

Isso sem contar que a participação em comunidades Open Source exige alto grau de interação entre todos os colaboradores, favorecendo compartilhamento de conhecimentos e execução de tarefas que contribuem para o desenvolvimento pessoal e dos produtos. Com um plus: os trabalhos são em equipe, no melhor estilo “um por todos e todos por um”. Afinal, uma empresa não cresce sozinha, né?

Fonte: Canaltech

leia mais
Andressa NascimentoDesenvolvimento profissional e a cultura da internet

Tecnologia, uma grande aliada na evolução empresarial

on Abril 13, 2017 Comentários desativados em Tecnologia, uma grande aliada na evolução empresarial

Neste momento, enquanto lê este texto, você está conectado. A nossa interação online só cresce e, claro, usar a tecnologia a favor da empresa é um dos maiores desafios e investimentos em busca de resultados.

Celular, redes sociais, e-commerce, por exemplo, são apenas alguns dos pilares de uma evolução que empresários já perceberam que é ilimitada.

Quando se trata de Tecnologia da Informação, inovações rápidas, com eficiência e agilidade, são essenciais. De distribuidores, a colaboradores e fornecedores, até desembocar no clientes, essa via de mão dupla só traz otimização dos resultados.

Com a propagação rápida e uma confiança que deve existir entre cliente/empresa, esperar o erro acontecer para consertá-lo já está fora de cogitação. Por isso que o Business Intelligence (BI) chegou para ficar, com ferramentas que permitem que os negócios se tornem ainda mais eficientes.

Prevenir, sempre!

Para isso, vale buscar ferramentas capazes de auxiliar empresas na análise de problemas, com coleta de dados de clientes e elaboração de padrões de prevenção. por exemplo. Ou seja, ajudam a prevenir falhas que podem vir a acontecer.

A Tecnologia da Informação e a Inteligência Empresarial, portanto, se tornam grandes aliados em um mercado cada vez mais competitivo e camaleão, na qual economizar tempo é crucial. Portanto, se adiantar em não cometer erros, ao invés de encarar dores de cabeça e gastos para repará-los, faz com que você já saia na frente.

leia mais
Andressa NascimentoTecnologia, uma grande aliada na evolução empresarial

Rejeição: taxa no seu site não é sinal de fracasso

on Abril 12, 2017 Comentários desativados em Rejeição: taxa no seu site não é sinal de fracasso

Agradar a todos, para o empreendedor, é um desejo comum, certo? Por isso, muitos administradores ficam de cabelos em pé quando avaliam as métricas.

A mais temida, sem sombras de dúvidas, é a taxa de rejeição, que faz com que empresários pensem que isso é sinal de que o site não está indo bem. Porém, e preciso entender direito o que isso significa.

Falha de tradução e interpretação

A temida expressão, vale explicar, é uma tradução mal feita do inglês ‘bounce rate’. Primeiro, é importante saber que a análise acontece quando um usuário chega até o seu site, visualiza sua primeira página e abandona o site sem visualizar nenhuma outra página.

Pode assustar, mas isso não significa que seu site foi rejeitado mas, sim, que o usuário foi direto no que procurava e terminou ali. É um comportamento bem comum, inclusive. É capaz até do usuário ter, por exemplo, gostado do assunto e compartilhado em sua página.

O que realmente importa…

Vale, então, se preocupar com as verdadeiras métricas de negócios, como a taxa de conversão, que mostra onde e como o site está gerando dinheiro. Por outro lado, métricas secundárias como taxa de rejeição ou tempo médio no site, muitas vezes têm mais haver com vaidade do que com resultados efetivos de negócio.

Fonte: Canaltech

leia mais
Andressa NascimentoRejeição: taxa no seu site não é sinal de fracasso

Definindo ferramentas para o Marketing Digital

on Março 31, 2016 Comentários desativados em Definindo ferramentas para o Marketing Digital

Muito se cria quando uma empresa passa do somente real para o tão sonhado virtual. Com a velocidade das buscas em sites, dissipação de conteúdo em redes sociais e o bom uso das ferramentas de e-mail marketing, as mídias digitais passaram a ser um bom colega para quem deseja se posicionar positivamente no mercado.

De acordo com o site Content Tools, atualmente é impossível ter uma boa estratégia digital sem utilizar ferramentas para análise de dados de internet, estruturar fluxos de atividades e mensurar e otimizar resultados. Através das campanhas online é possível segmentar o público e entregar mensagens para as pessoas certas no momento certo. Para tal, são estruturados quatro pilares: 1) Ferramenta para análise de sites (como o Google Analytics, por exemplo); 2) Análise de palavras-chave (Como o Adwords, Facebook Ads etc); 3) Análise e gestão de redes sociais (como a Socialmention, Topsy e Klout); e 4) Gestão de conteúdo para criação de fluxo de trabalho (como a Contentools).

Para a boa utilização de ferramentas de estratégia digital, no entanto, é necessário definir metas e objetivos de trabalho, analisar todas as funcionalidades de cada ferramenta em relação ao serviço prestado, as necessidades dos usuários e, claro, o budget que pode ser investido para que haja um bom efeito.

Fonte: Content Tools – http://contentools.com.br/marketing-de-conteudo/como-definir-ferramentas-e-investimentos-no-marketing-digital/ 

leia mais
Andressa NascimentoDefinindo ferramentas para o Marketing Digital

Como o SEO acontece

on Março 31, 2016 Comentários desativados em Como o SEO acontece

Embora seja um segmento em crescimento no Brasil, segundo infográfico publicado pela Mestre SEO que mostra o panorama do cenário do setor no país, o Search Engine Optimization – em português claro a otimização de conteúdo para a internet – a maioria das empresas não sabe, em essência, como funciona.

Entendendo o SEO

Segundo o site Buscar SEO, é necessário primordialmente conhecer o melhor o negócio do cliente, a fim de bolar estratégias para levar um tráfego qualificado para seu site. Embora o trabalho em si figure a ação entre search local, palavras-chave, linkbuildings, compra de links, criação de sitemap, geração de conteúdo entre outros artifícios, a otimização prevê, especialmente, a conversão. Isso significa que o cliente pedirá não apenas o quantitativo de cliques, mas sim o qualitativo com possibilidade de venda.

Ainda de acordo com a publicação, é importante inicialmente realizar uma análise do site a ser rankeado juntamente com a experiência do usuário, para que no futuro haja a comunicação entre o tráfego qualificado e a conversão. Além do trabalho de identificação e diagnóstico dos problemas que a página possam apresentar, a criação de layout prático e usual também cooperam para uma otimização perfeita.

O artigo traça uma linha de pontos que podem ser seguidos para que o cliente tenha um bom posicionamento nos sites de busca.

Fonte: Buscar SEO

leia mais
Andressa NascimentoComo o SEO acontece