conexão

All posts tagged conexão

Caso Facebook: Dados para que te quero

on abril 18, 2018 Comentários desativados em Caso Facebook: Dados para que te quero

Um tempo atrás, ao conversar com marcas que ainda não possuíam páginas nas redes sociais, escutava-se muito a máxima do: “Eu tenho medo do que vão falar de mim e do meu negócio”. Essa era a preocupação naquele momento. Corta para a cena e estamos em 2018, em que se você não participa de qualquer rede social, meu amigo, você simplesmente não existe.

Quem nunca ouviu falar de uma empresa e deu aquela “Googlada” rápida para saber seus precedentes? Ou, ainda, em caso do mercado de produtos e serviços, quem nunca acessou o “Reclame Aqui” para saber a reputação da marca em questão?

Hoje em dia, temos tudo na internet. “Você só não está na internet, meu amigo, se tem algo a esconder”.

Do Facebook nada é escondido

Pois é. Sinto lhe informar, mas mesmo que não tenha rede social, a internet tem os seus dados. Especialmente e mesmo que você apenas acesse a web vezenquando, para ler aquela noticiazinha que muitos comentam.

O fato é que Mark Zuckerberg assumiu que o Facebook coleta dados de internautas mesmo que eles não sejam membros da rede social. Isso vale, também, para Twitter, LinkedIn, Snapchat e todas as redes sociais que possuam botões de compartilhar.

Segundo o G1, existe uma coleta de dados mesmo fora de suas plataformas quando o internauta acessa um serviço que é cliente de anunciantes das redes sociais (como o FaceAds, TwitterAds, LinkedIn Ads, etc).

Além disso, dados também são coletados quando o usuário curte ou compartilha algo em algum site externo, ou quando usa sua conta na rede social para se cadastrar em algum aplicativo. Saiba mais sobre o caso aqui. 

Se está na internet, está no mundo

O fato, meus amigos, é que não temos como nos esconder da coleta de informações. É preciso, é claro, tomar uma série de cuidados para não ser vítima de nenhum ataque virtual, como já comentamos aqui algumas vezes. 

No entanto, é aquela velha história: Uma vez na internet, para sempre na internet. Qualquer dado colocado ali permanecerá para sempre.

Então, como dissemos no nosso texto de ontem, pense bem nas informações que você compartilhará, para que isso não se volte contra você em algum momento.

leia mais
Andressa NascimentoCaso Facebook: Dados para que te quero

Vício em smartphone e os prejuízos da tecnologia mal utilizada

on fevereiro 21, 2018 Comentários desativados em Vício em smartphone e os prejuízos da tecnologia mal utilizada

Ontem divulgamos um texto a respeito de um local que supostamente interna adolescentes viciados em smartphones. Hoje, o Canaltech divulgou nota afirmando que pelo menos 50% dos jovens atuais assumem o vício nos dispositivos e 59% dos pais sabem disso.

Você pode saber mais informações desta matéria aqui. 

Isso é extremamente preocupante, porque de fato os smartphones, a internet, os aplicativos e a conexão, em si, vieram para facilitar a nossa vida. No entanto, a era Millenials não compreende a vida sem todos estes aparatos.

Vivemos em uma época de imediatismo, de rapidez, de “tudo para ontem”. Millenials não conseguem compreender, por exemplo, como vivíamos nos anos 90 com máquinas de escrever e cartas por correio. Ou, mesmo, telefones fixos – que ainda existem, mas não nos possibilitam enviar fotos e gifs e afins.

Adolescentes com vício em smartphone e redes sociais

Em verdade, é preciso ficar de olho nos adolescentes desta era Millenial. Eles simplesmente não sabem e não entendem o motivo da importância de se ter controle. No próprio Facebook, quando criamos um cadastro, vemos a importância do fator idade. Menores de 18 anos, em teoria, não deveriam ter um perfil nas redes sociais.

Em primeiro lugar, porque não possuem a malícia necessária para se lidar com pessoas desconhecidas na web. Em segundo lugar, porque não sabem a hora de parar.

Ainda segundo o texto divulgado pelo Canaltech, o ideal é recomendar o uso de maneira gradual aos adolescentes, para desenvolver os bons hábitos. Criar um cronograma com regras também pode ser efetivo.

leia mais
Andressa NascimentoVício em smartphone e os prejuízos da tecnologia mal utilizada

O 5G está mais próximo do que você imagina

on setembro 18, 2017 Comentários desativados em O 5G está mais próximo do que você imagina

Ninguém se imagina, hoje em dia sem internet. Sejamos sinceros. Qualquer lapso, segundo, qualquer pensamento já nos voltamos imediatamente para o bom e velho Google ou para as redes sociais para as buscas. E dizemos mais: Atualmente, poucas pessoas se imaginam sem dispositivos móveis conectados. Se pensarmos, pouco tempo atrás ainda escutávamos o som do computador acessando à internet discada. Hoje em dia, já temos uma velocidade impressionante para um celular com o tal 4G. Acontece que, muito em breve, teremos mais evolução: O 5G está próximo!

Segundo o G1, os primeiros smartphones com conexão 5G estarão disponíveis no mercado a partir de 2019 pelo menos na Ásia e nos Estados Unidos – um ano antes das previsões.

5G e o aumento da demanda de internet

De acordo com a notícia, o aumento das demandas de consumidores está basicamente forçando o mercado a se antecipar – o prazo para a mudança era previsto, anteriormente, para 2020.

O que acontece é que com a rápida evolução tecnológica fica difícil se basear em previsões, porque elas podem mudar a cada minuto. Afinal, estamos em constante mudança em uma era de revolução digital, então nosso comportamento com relação à tecnologia também está mudando. Estamos cada vez mais conectados e dependentes de internet e smartphones, tablets e notebooks. Estamos cada vez mais livres e acumulando tarefas em um único device.

Muito provavelmente, quando o 5G chegar em nossas mãos já estaremos sedentos por 7G, 8G. Rapidez, fluidez, tudo isso será cada vez mais cobrado. Os dispositivos já serão outros, as aplicações também.

O mais importante, neste momento, é ficarmos preparados. É seguir com a evolução para aproveitar as melhores oportunidades.

Fonte: G1

leia mais
Andressa NascimentoO 5G está mais próximo do que você imagina

Por quanto tempo você consegue se manter desconectado?

on maio 22, 2017 Comentários desativados em Por quanto tempo você consegue se manter desconectado?

Hoje o G1 publicou uma matéria que nos fez pensar muito a respeito da sociedade em que vivemos hoje e se há, em algum momento, a hipótese de se manter desconectado por algum momento que seja. Afinal, desde que inventaram os dispositivos que acessam à internet e as redes sociais, é quase impossível passar por situações marcantes sem querer publicar e compartilhar com seus colegas os seus louros.

Acontece que, por outro lado, esta conexão desenfreada tem gerado desgosto especialmente para grandes artistas, que vêem sua platéia recheada de luzes de smartphones filmando o seu show. Por um lado, quem está ali naquele momento gostaria de eternizar aquilo para rever músicas e performances quantas vezes quisesse. Por outro lado, você, usuário, acaba por não assistir ao show, por conta da ânsia de manter tudo sob o controle de uma lente.

O próprio G1 fez uma colocação muito assertiva da nossa realidade atual:

“O normal é chegar à casa de shows, fazer check-in no Facebook, dar uma olhada nos e-mails e redes sociais enquanto se espera pelo começo da apresentação e, quando isso finalmente acontece, estar com o celular a postos para fazer fotos e vídeos e publicá-los na internet”

Show de Chris Rock desconectado

Quem se mostrou descontente com o assunto foi o comediante Chris Rock, que criou uma ação para fazer com que seus espectadores se conectem mais com ele, durante a apresentação, do que com o dispositivo. Quem comprar ingressos para ver seus shows, no momento, no Reino Unido, terá que abrir mão de usar o telefone, passa a ser proibido.

Para o show do Chris Rock, quem chegar com dispositivos inteligentes deverá colocá-los em pochetes, que são lacradas pela organização e somente abertas ao final do show. Outros artistas, como Alicia Keys e Dave Chapelle, já utilizaram a mesma regra.

É claro que, para você, usuário ferrenho de smartphones e internet, deve estar achando isso um absurdo, certo? “Como vou compartilhar meus momentos de alegria nas redes sociais sem o meu telefone?” A verdade é que, muitas vezes, a tecnologia acaba se tornando uma distração, justamente por conter tantos atrativos rápidos e gratuitos por segundo. Segundo a fabricante das pochetes, Yondr, a idéia desta campanha de lacrar os dispositivos tem a intenção de mostrar que os momentos podem ser mais impactantes quando não estamos concentrados em registrá-lo ou transmiti-lo.

Fonte: G1

leia mais
Andressa NascimentoPor quanto tempo você consegue se manter desconectado?

Internet das Coisas: Necessidade ou Futuro?

on fevereiro 9, 2017 Comentários desativados em Internet das Coisas: Necessidade ou Futuro?

Na verdade, a Internet das Coisas já é uma realidade em boa parte do mundo e muitas empresas se posicionaram a favor da tecnologia aqui no Brasil. O Google foi uma delas, que sugeriu ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações que os white spaces, que são espaços liberados entre faixas reguladas e frequências de wifi não sofram bloqueios por novas exigências regulatórias.

Para a gigante das buscas, a nova tecnologia será muito benéfica para a população e por isso deve haver, por parte do país, investimento em novos cursos e estímulos para que os cidadãos se especializem no assunto.

De fato, pela evolução da tecnologia e da internet, fica cada vez mais claro que a “IoT” se fará necessária mais dia, menos dia. Hoje, ela é presente. Amanhã, necessidade. Assim como foi com os celulares, que viraram smarphones, os computadores que abriram possibilidade para os tablets.

Afinal, para se ter um mundo globalizado é necessário ser conectado, certo?

O que vocês acham? 🙂

Fonte: Canaltech – https://canaltech.com.br/noticia/google/google-acredita-que-governo-brasileiro-deve-incentivar-e-promover-iot-88884/

 

leia mais
Andressa NascimentoInternet das Coisas: Necessidade ou Futuro?

2017: O Ano da internet das coisas

on janeiro 27, 2017 Comentários desativados em 2017: O Ano da internet das coisas

É, aparentemente entramos no ano do futuro. Claro que já tínhamos indícios de que a internet das coisas estava chegando pelas beiradas, mas em 2017 a expectativa é de que haja total conexão de produtos e equipamentos que facilitarão a nossa vida. Segundo um relatório divulgado pela IDC, a estimativa é que o setor movimente pelo menos US$13 bilhões até 2020. Segundo a publicação, divulgada pelo G1, o Plano Nacional de Internet das Coisas deve ser aprovado ainda neste primeiro semestre, o que já causou frisson nas empresas de tecnologia.

Imaginem o cenário de empresas e casas conectadas, mais facilidades no dia a dia. Perderemos menos tempo com coisas banais e este será gasto inclusive com nossos contatos e novos negócios 😀

Ainda de acordo com a publicação, o movimento da internet das coisas deve estimular a criação de novos negócios, por exemplo de empresas especializadas em consolidação e extração de dados gerados por outras empresas, as “ data companies” – modelo utilizado hoje no mundo da publicidade.

Fonte: G1 – http://g1.globo.com/tecnologia/noticia/internet-das-coisas-ganhara-forca-no-brasil-em-2017-diz-consultoria.ghtml

leia mais
Andressa Nascimento2017: O Ano da internet das coisas

O mundo que não vive sem conexão

on janeiro 18, 2017 Comentários desativados em O mundo que não vive sem conexão

Vamos falar a verdade: Quem nunca ficou em pânico ao perder o sinal de internet, seja no computador ou em algum dispositivo móvel? A verdade é que estamos tão dependentes de conexão que nossa cabeça praticamente buga quando percebemos que temos que fazer algo sozinhos e da maneira analógica.

Não ia demorar muito para esse quadro evoluir. Hoje, por exemplo, o Google anunciou que seu aplicativo para os sistemas Android vão salvar as tentativas de pesquisas não realizadas por problema de sinal. Segundo a gigante das buscas, o aplicativo continuará funcionando em segundo plano para detectar a volta de conexão e finalizar a solicitação.

De acordo com uma nota publicada no G1, a empresa afirmou que este novo recurso será muito útil para quem utiliza bastante seu aplicativo e garantiu que não haverá maior consumo de bateria nos aparelhos.

É a tecnologia trabalhando ao nosso favor. Cada vez mais ficaremos conectados e faremos mais coisas baseadas em internet. E o mais interessante: sem ao menos perceber, pois a evolução tem sido absolutamente natural.

Fonte: G1 – http://g1.globo.com/tecnologia/noticia/aplicativo-do-google-salvara-e-recuperara-pesquisas-em-caso-de-conexao-interrompida.ghtml

leia mais
Andressa NascimentoO mundo que não vive sem conexão

Internet das coisas e a nova era pra os negócios

on dezembro 14, 2016 Comentários desativados em Internet das coisas e a nova era pra os negócios

O seu negócio está preparado para a Internet das Coisas e o que suas implicações? Na última terça-feira (13) a Google lançou uma prévia do que será o Android Things, um sistema operacional para devices conectados. Segundo o Canaltech, o sistema é voltado para câmeras de segurança, roteadores, caixas de som e aparelhos com conexão.

Ainda de acordo com a publicação, qualquer desenvolvedor poderá construir, com este sistema operacional, um dispositivo inteligente. O que estas evoluções implicam para os negócios? Que cada vez mais as pessoas estarão conectadas à internet e, a partir dela, buscarão mais resoluções de seus problemas e solicitações.

É importante entender como cada negócio poderá ser afetado pela internet das coisas, seja através de aplicativos ou chatbots para não ter que correr atrás do prejuízo quando os sistemas estiverem em voga e a concorrência tiver ações mais eficazes que envolvam o assunto.

Fonte: Canaltech – https://canaltech.com.br/noticia/google/google-libera-preview-de-novo-sistema-operacional-para-internet-das-coisas-85856/

 

leia mais
Andressa NascimentoInternet das coisas e a nova era pra os negócios

Investimento em aplicativos para melhora de resultados

on outubro 28, 2016 Comentários desativados em Investimento em aplicativos para melhora de resultados

Não é novidade que os aplicativos estão começando a dominar a internet. Afinal, eles ocupam pouco espaço, são mais rápidos e práticos para acessar as informações diárias, fazer compras, jogar etc.

Segundo a Vortigo, já existem mais de dois bilhões de usuários conectados a um dispositivo móvel, o que é promissor para o seu negócio se você pensa em adentrar ao setor de apps.

Os usuários passaram a utilizar mais os aplicativos, já que passam mais tempo utilizando a internet móvel. Segundo pesquisa da ComScore de 2015, de 9h que as pessoas ficam conectadas, 3h utilizam tablets, smartphones e outros dispositivos.

Ainda de acordo com a publicação, um relatório da We Are Social indicou os apps como tendência no Brasil. O estudo estima que até 2018 o número de usuários ativos no país deverá chegar a 236 milhões.

Por fim, com a criação do aplicativo, você permite que o seu negócio possa ser acessado de qualquer lugar a qualquer hora pelo seu consumidor final. Portanto, é o momento de apostar nas tecnologias para estreitar os laços com o seu cliente e reforçar a sua marca diante do mercado.

Fonte: Vortigo – http://blog.vortigo.com.br/3-motivos-para-investir-em-um-app-mobile-para-sua-marca/

leia mais
Andressa NascimentoInvestimento em aplicativos para melhora de resultados