twitter

All posts tagged twitter

Seus dados não são apenas seus

on abril 30, 2018 Comentários desativados em Seus dados não são apenas seus

Não que isso seja uma surpresa, mas tivemos mais um escândalo de segurança nesta semana. O Twitter confirmou que também vendeu dados dos usuários para a Cambridge Analytica, assim como o Facebook.

Segundo o Canaltech, a GSR, mediadora entre o Twitter e Cambridge Analytica teria pagado por um dia de acesso à base de dados da rede de microblogging para coletar amostra de tweets públicos entre dezembro de 2014 e abril de 2015.

Ainda segundo a matéria, os dados teriam sido utilizados para criação de relatórios de marcas e pesquisas de ferramentas de extensão.

Dados para que te quero

A verdade então, meus amigos, é única: Nossos dados não são mais nossos. Porque é um ciclo: Se eu não tenho qualquer rede social ou não acesso à internet, não vivo para este mundo. Se eu tenho, necessito compartilhar as minhas informações. Não há uma boa escapatória.

Claro que antigamente já existia uma coleta de dados de maneira indireta quando ainda não existia a internet. Eram pesquisas públicas, dados de compra em lojas físicas e tudo mais. A internet apenas facilitou o caminho. No entanto, atualmente é possível saber muito mais do que apenas informações simples de compras de consumidores.

Atualmente é possível saber o posicionamento político, as vontades íntimas, exatamente o pensar de cada indivíduo. É a famosa inteligência artificial. Aquela, que víamos antigamente nos filmes e achávamos que não nos afetaria. Pois sim, ela já nos atinge há algum tempo e somente agora nos demos conta.

Pontos negativos

É claro que pesquisadoras como Cambridge Analytica não vão utilizar os seus dados para comprar, sei lá, um sofá em seu nome. Porém, o buraco é mais embaixo. Se lembram do escândalo da eleição de Donald Trump, nos Estados Unidos, em que rumores apontavam que os eleitores foram influenciados através das redes sociais?

Bingo.

Com os dados, preferências, pesquisas íntimas de cada usuário, é possível simplesmente influenciar – para o bem e para o mal o grande público. Já temos provas de que com as redes sociais é possível levantar ou destruir uma marca.

Quem não se lembra do caso Quitandinha, em que a repercussão negativa fez com que o bar, localizado no coração da Vila Madalena, fechasse por alguns dias por conta de tantos protestos em sua porta.

É preciso ficar atento com tudo que é publicado. É importante sempre apurar a informação, observar as fontes das notícias e tomar sua decisão. Nunca acreditar apenas em um post, especialmente se a informação for levemente tendenciosa.

Estamos na era do bombardeio de informação. Portanto, é o momento de peneirar o que é válido e o que não é.

Fonte: Canaltech 

leia mais
Andressa NascimentoSeus dados não são apenas seus

É preciso ser digital para apresentar o seu negócio de maneira digital

on setembro 14, 2017 Comentários desativados em É preciso ser digital para apresentar o seu negócio de maneira digital

Já escrevemos uma série de textos aqui no blog falando – e tentando te convencer – de que se a sua empresa não estiver na internet e nas redes sociais, ele praticamente não existe. No entanto, ainda não abordamos um tema muito importante: É preciso que você, dono do negócio, dê a sua cara para bater e apareça sim no ambiente digital. Não se engane: As pessoas pesquisam sobre a vida dos criadores das companhias e querem saber se os fundadores possuem os mesmos ideais, para se manterem fiéis à marca.

Boicote digital: Caso Uber x Trump

Tempos atrás comentamos sobre um caso muito polêmico que aconteceu nas redes sociais – mais especificamente no Twitter. Na ocasião, o presidente-executivo da Uber se posicionou a favor do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, na época candidato a presidência do país. Muitos internautas passaram a enviar tweets a respeito do assunto e promover a hashtag #BoycottUber por conta disso.

Em outra situação, o fundador e ex-CEO do Skype também foi hostilizado por ter anunciado financiamento para a campanha de Trump.

Seja digital, seja coerente

O que queremos dizer com essas duas histórias? Que é imprescindível estar na internet para que as pessoas vejam que você é real. No entanto, é importante se manter firme, porém evitar polêmicas e atos que podem custar a reputação do seu negócio. Entenda algo: Você, fundador, é a cara da sua empresa. E as pessoas vão cobrar isso de você se for incoerente com o que prega em sua marca.

Levante as bandeiras que o seu negócio for levantar. Mostre que você é a sua marca e a sua marca é você. Humanize a sua empresa e a torne real para as pessoas. É preciso mostrar verdade, é preciso acompanhar a evolução da internet. É preciso estar ali.

 

 

leia mais
Andressa NascimentoÉ preciso ser digital para apresentar o seu negócio de maneira digital

Facebook rainha, o resto nadinha

on agosto 1, 2017 Comentários desativados em Facebook rainha, o resto nadinha

Pouco depois de sabermos que o Twitter tem corrido e feito mil manobras para sobreviver e vermos várias redes sociais se degladiarem por conta da função stories, uma pesquisa mostrou que o grande dono da bola é simplesmente o Facebook.

Segundo nota do Techtudo, a rede de Mark Zuckerberg é a mais acessada em todo o mundo e, não contente, é dona de três outras redes que compõem o ranking das cinco mais usadas. (Isso que é sucesso!)

Facebook no topo do ranking

A publicação aponta que o Facebook lidera o ranking com 2 bilhões de usuários ativos por mês, sendo seguido por Whatsapp (1,3 bilhão), Messenger (1,2 bilhão), WeChat (938 milhões) e Instagram (700 milhões).

Twitter não está morto

Ainda de acordo com a pesquisa, o Twitter segue em sétimo lugar no ranking, com 328 milhões de usuários por mês. Isso significa, na verdade, que ele não está morrendo ou perdendo usuários. Significa que ele não está crescendo como as outras concorrentes e que a medida que cresce, perde usuários ativos por mês.

De qualquer forma, ainda é uma rede social muito utilizada, e de lá saem os grandes memes da internet.

O que resta saber, agora, é quem será pareo (ou não) para o império de Mark Zuckerberg. Já dissemos aqui algumas vezes e repetimos agora: Ele cresceu porque sempre pensou em atualizar as funcionalidades de sua rede social para que, justamente, ninguém o ultrapassasse. De fato, funcionou.

Alguém vai querer competir?

Fonte: Techtudo

leia mais
Andressa NascimentoFacebook rainha, o resto nadinha

Twitter mostra melhorias para Periscope e público do streaming vibra

on março 21, 2017 Comentários desativados em Twitter mostra melhorias para Periscope e público do streaming vibra

Quem trabalha com eventos e faz várias lives pode começar a comemorar. O Twitter, que até pouco tempo todos achavam que tinha morrido ou ido pra Record, renasceu das cinzas como uma Phoenix e anunciou nova opção de live stream através do Periscope.

Muitos concordarão com a gente sobre o fato de o Periscope, como ferramenta social de streaming, ser infinitamente melhor do que a concorrência (Instagram, Facebook Live). E agora deve melhorar ainda mais, para a alegria dos tuiteiros. Segundo o Canaltech, o Twitter lançou uma nova API que permitirá a tansmissão a partir de outros aplicativos, câmeras, outros hardwares.

Como funcionarão as novas transmissões via Periscope?

Com a novidade, será possível conectar dispositivos externos, como câmeras profissionais e softwares de produção de vídeos, diretamente ao Periscope. Para quem trabalha com transmissões via rede social constantemente, o lançamento caiu como uma bênção, já que vai melhorar consideravelmente a qualidade do streaming. As novas funcionalidades também permitirão configuração pra começo e finalização das transmissões ao vivo.

Até o momento apenas uma câmera está sendo utilizada com esta função, que é a MEVO, utilizada normalmente para streamings e que já foi integrada inclusive ao Facebook. A expectativa é que em breve outros equipamentos possam ser utilizados.

Com uma época tão focada em vídeos, com o Youtube e sites de transmissão tão em alta, as marcas já podem comemorar a funcionalidade, porque mais ações bacanas poderão ser feitas com os perfis nas redes sociais e mais seguidores poderão ser envolvidos e engajados com campanhas em streaming.

Quem já pensou em investir em vídeos, talvez este seja o momento ideal para alavancar a popularidade do seu negócio e trazer mais consumidores finais para os seus canais oficiais.

Fonte: Canaltech – https://canaltech.com.br/noticia/twitter/twitter-vai-permitir-transmissoes-ao-vivo-a-partir-de-diversos-dispositivos-90950/

leia mais
Andressa NascimentoTwitter mostra melhorias para Periscope e público do streaming vibra

Quando a segurança não depende só da tecnologia

on janeiro 10, 2017 Comentários desativados em Quando a segurança não depende só da tecnologia

Sempre falamos aqui no blog sobre a importância de manter os dados e plugins dos sites atualizados para evitar perda de informações ou sequestro de assuntos importantes para as empresas. No entanto, é interessante se atentar a algo mais urgente ainda: quem opera estes sistemas.

Nesta terça-feira (10), por exemplo, aconteceu um erro gravíssimo no Palácio do Planalto que poderia ter causado grandes problemas. Alguém publicou, por engano, no Twitter, todas as senhas das redes sociais do Portal Brasil e do Palácio. Segundo o G1, anexado ao tuíte havia um link que deveria levar para uma matéria, porém levou ao Google Drive com todas as informações de senha.

Ainda segundo a publicação, a Secretaria de Imprensa da Presidência informou que as senhas já foram trocadas e que eles não veem a possibilidade de que as contas tenham sido hackeadas – ou seja, foi um erro interno.

É extremamente importante ter este cuidado com as redes sociais, porque as informações se propagam rapidamente com print screens em retweets. Ainda bem que, neste caso, o tuíte foi rapidamente apagado. No entanto, se houvesse a demora, poderia acontecer realmente um caso simples de hackeamento de contas e dados, causando uma crise para o Palácio do Planalto e para o Portal Brasil.

Fonte: G1 – http://g1.globo.com/politica/noticia/planalto-publica-no-twitter-por-engano-senhas-de-redes-sociais-do-governo.ghtml

leia mais
Andressa NascimentoQuando a segurança não depende só da tecnologia

A realidade virtual e as redes sociais

on dezembro 28, 2016 Comentários desativados em A realidade virtual e as redes sociais

Estamos a cada segundo vendo a evolução acontecer, especialmente a revolução tecnológica. É fato que não vivemos mais sem internet, aplicativos, redes sociais, e-mails e afins. E cada vez mais são criados produtos para que nos adaptemos a essa nova realidade. Já falamos sobre a internet das coisas e hoje falaremos sobre outro tema muito presente na sociedade atual: a realidade virtual.

Segundo o IDG, a realidade virtual tem crescido no mundo em busca do fantástico, da exploração do que poderíamos ver apenas em nosso imaginário. Ainda segundo a publicação, possivelmente no futuro, com esta tecnologia, será possível interagir instantaneamente com os outros em ambiente personalizado e paralelo, que poderá coocar meios e redes tecnológicas para fazer uma “digitalização” de nossas vidas cotidianas.

Se pararmos para pensar, atualmente já temos tecnologia que possibilita isso. Os vídeo-chats, por exemplo, são a prova de que se pode interagir com o usuário de maneira digital.

A publicação ainda indica que a ideia de unir a realidade virtual com as redes sociais é a de utilizar a tecnologia para criar personagens avatares online, que viveriam dentro deste âmbito virtual, para poder se comunicar com outros avatares e, assim ampliar a realidade de consumidores.

Falando dessa forma tudo parece ser muito louco e futurista, mas paremos para pensar: Será que o futuro já não chegou?

Fonte: CIO IDG – http://cio.com.br/opiniao/2016/12/22/a-realidade-virtual-e-as-redes-sociais-do-futuro/

leia mais
Andressa NascimentoA realidade virtual e as redes sociais

Hashtags: os assuntos mais comentados em 2016

on dezembro 8, 2016 Comentários desativados em Hashtags: os assuntos mais comentados em 2016

Nesta quinta-feira (8) o Twitter divulgou um relatório com as 10 hashtags mais utilizadas em 2016. São elas:

  • #Rio2016 – Hashtag mais utilizada para falar sobre os Jogos Olímpicos que aconteceram no Rio de Janeiro em Julho / Agosto;
  • #MasterChefBR – Tag utilizada para comentar o programa sobre culinária;
  • #BBB16 – tag utilizada para comentar o Big Brother Brasil, reality da TV Globo;
  • #ImpeachmentDay – tag utilizada para falar questões políticas e sobre o dia do julgamento da presidente Dilma Rousseff;
  • #MPN2016 – tag que comentou o evento Meus Prêmios Nick;
  • #Oscars – tag que comentou a cerimônia de entrega dos prêmios aos melhores do ano no cinema;
  • #VMAs – tag utilizada para comentar o Video Music Awards, que premiou os melhores do ano na música;
  • #PokemonGo – tag que surgiu junto com a chegada do jogo Pokémon Go no Brasil;
  • #Grammys – tag utilizada para comentar a cerimônia de entrega dos prêmios aos melhores do ano na música;
  • #ForçaChape – tag utilizada em comoção ao acidente aéreo que matou os jogadores do time Chapecoense, de Santa Catarina.

Com este relatório divulgado pelo Twitter, já podemos ter um termômetro de assuntos mais comentados e sobre os gostos populares no Brasil, a fim de participar ativamente com as marcas nos temas de interesse. Com estas informações fica mais claro o cenário de como uma marca deve se posicionar e conversar com os leitores nas redes sociais, entendendo o universo que os permeia.

Fonte: Twitter – https://twitter.com/i/moments/806121433806082048

leia mais
Andressa NascimentoHashtags: os assuntos mais comentados em 2016

As redes sociais mais usadas no Brasil

on novembro 24, 2016 Comentários desativados em As redes sociais mais usadas no Brasil

As redes sociais crescem cada vez mais no Brasil e no mundo e é importante estar sempre antenado em quais são mais utilizadas para fazer um trabalho mais eficiente com a sua marca.

O site Marketing de Conteúdo divulgou uma pesquisa que indica que praticamente 65% dos jovens brasileiros com até 25 anos já acessam a internet todos os dias neste país e que deste número, 67% busca informações, diversão e notícias dentro das próprias redes sociais.

O veículo também divulgou as redes sociais mais utilizadas no Brasil atualmente. As 10 mais utilizadas são:

  • Facebook
  • Whatsapp
  • Messenger (aplicativo mobile separado do Facebook)
  • YouTube
  • Instagram
  • Google +
  • Skype
  • Twitter
  • Linkedin
  • Snapchat

A partir destes dados, as marcas podem criar seus planos de marketing de acordo com cada negócio que oferecem, para otimizar a divulgação e relacionamento com os leitores nas devidas redes sociais.

Fonte: Marketing de Conteúdo – http://marketingdeconteudo.com/redes-sociais-mais-usadas-no-brasil/

leia mais
Andressa NascimentoAs redes sociais mais usadas no Brasil

É tempo de desviar dos haters de internet

on novembro 16, 2016 Comentários desativados em É tempo de desviar dos haters de internet

Hoje o Twitter anunciou uma nova ferramenta na rede social que permite mutar palavras e pessoas que destilem ódio, preconceito e bullying pela internet. A iniciativa foi dada após receberem uma série de denúncias de personalidades que sofreram abuso no microblogging.

O caso é: hoje em dia é fácil ser o chamado “hater de internet”. Porque o que separa impropérios de um perfil ou marca é apenas um botão chamado “enter”. Muitos usuários aproveitam que a internet é um local neutro para testar ao máximo as outras pessoas e marcas. Muitas vezes esta pessoa nem tem nada, efetivamente, contra o seu negócio, mas está ali para causar balbúrdia.

Neste caso, como proceder?

Em primeiro lugar, tudo que um hater de internet deseja é ver pessoas / perfis de marca perdendo a linha. Eles querem mesmo ver o circo pegar fogo, querem que sua façanha viralize. Então o ponto número um é: se manter centrado e jamais perder a cabeça com as críticas.

Em segundo lugar, é importante sempre se mostrar amigável e aberto à conversa e sugestões. Desta forma, os odiosos acabam sendo desestabilizados de certa maneira e outros usuários vão perceber a façanha e defender o atacado.

Tudo que um usuário assim quer é que nos importemos e façamos um “grande caso” de qualquer coisa, para que ele se vanglorie depois. Sendo assim, a ferramenta do Twitter chega para melhorar a comunicação neste aspecto. Afinal, quanto mais esquecermos e não dermos bola para os abusos, menos eles vão se dissipar. E assim seguimos em paz.

Fonte: G1 –

http://g1.globo.com/tecnologia/noticia/2016/11/twitter-lanca-ferramenta-para-diminuir-abuso-bullying-e-intimidacao-na-rede.html

leia mais
Andressa NascimentoÉ tempo de desviar dos haters de internet