segurança de dados

All posts tagged segurança de dados

Caso Facebook: Dados para que te quero

on abril 18, 2018 Comentários desativados em Caso Facebook: Dados para que te quero

Um tempo atrás, ao conversar com marcas que ainda não possuíam páginas nas redes sociais, escutava-se muito a máxima do: “Eu tenho medo do que vão falar de mim e do meu negócio”. Essa era a preocupação naquele momento. Corta para a cena e estamos em 2018, em que se você não participa de qualquer rede social, meu amigo, você simplesmente não existe.

Quem nunca ouviu falar de uma empresa e deu aquela “Googlada” rápida para saber seus precedentes? Ou, ainda, em caso do mercado de produtos e serviços, quem nunca acessou o “Reclame Aqui” para saber a reputação da marca em questão?

Hoje em dia, temos tudo na internet. “Você só não está na internet, meu amigo, se tem algo a esconder”.

Do Facebook nada é escondido

Pois é. Sinto lhe informar, mas mesmo que não tenha rede social, a internet tem os seus dados. Especialmente e mesmo que você apenas acesse a web vezenquando, para ler aquela noticiazinha que muitos comentam.

O fato é que Mark Zuckerberg assumiu que o Facebook coleta dados de internautas mesmo que eles não sejam membros da rede social. Isso vale, também, para Twitter, LinkedIn, Snapchat e todas as redes sociais que possuam botões de compartilhar.

Segundo o G1, existe uma coleta de dados mesmo fora de suas plataformas quando o internauta acessa um serviço que é cliente de anunciantes das redes sociais (como o FaceAds, TwitterAds, LinkedIn Ads, etc).

Além disso, dados também são coletados quando o usuário curte ou compartilha algo em algum site externo, ou quando usa sua conta na rede social para se cadastrar em algum aplicativo. Saiba mais sobre o caso aqui. 

Se está na internet, está no mundo

O fato, meus amigos, é que não temos como nos esconder da coleta de informações. É preciso, é claro, tomar uma série de cuidados para não ser vítima de nenhum ataque virtual, como já comentamos aqui algumas vezes. 

No entanto, é aquela velha história: Uma vez na internet, para sempre na internet. Qualquer dado colocado ali permanecerá para sempre.

Então, como dissemos no nosso texto de ontem, pense bem nas informações que você compartilhará, para que isso não se volte contra você em algum momento.

leia mais
Andressa NascimentoCaso Facebook: Dados para que te quero

Com os recentes ciberataques, Mercado de T.I cresce

on julho 5, 2017 Comentários desativados em Com os recentes ciberataques, Mercado de T.I cresce

Com tantos ataques virtuais acontecendo, as empresas – especialmente as financeiras – entenderam que o quadro de profissionais de T.I. deveria aumentar. Segundo o G1, entre os mais requisitados na área estão analistas, coordenadores, gerentes e chefes de segurança digital.

Ainda de acordo com a publicação, a cultura de contratação mudou. Muitas empresas agora, especialmente as startups, apostam em flexibilidade de horários de trabalho e home Office. O salário também aumentou. Se antes a média era de R$5833 em julho de 2016, hoje a média é de R$11.500.

Isto aconteceu porque antes o profissional fazia parte também da infraestrutura da empresa e hoje, com o aumento das demandas no departamento de segurança de dados, as companhias se viram obrigadas a criar áreas específicas para atender este cenário.

Vale lembrar que em maio deste ano, pelo menos 74 países – incluindo o Brasil – foram alvos de um ataque virtual em massa, que atingiu instituições públicas, hospitais e afins.

Novo cenário de T.I.

A verdade é que nós, empresas de tecnologia, sempre cantamos esta bola, no que se trata de segurança da informação. Mesmo se o seu site for pequeno, mesmo que não haja tantos dados. Cada empresa deve ter a sua segurança, desde intranet até os sites expostos para o público.

É evidente que ter um trabalho contínuo com atualizações, monitoramento e relatórios não vai garantir que a empresa não sofra ataque, mas vai prevenir – e muito -, além de criar um ambiente hostil para criminosos.

Porém, com esta alta no mercado, é interessante que os profissionais fiquem atentos, especialmente para se colocar adequadamente no mercado. É a oportunidade de englobar de uma vez por todas a tecnologia em todos os âmbitos nacionais e internacionais.

Fonte: G1

leia mais
Andressa NascimentoCom os recentes ciberataques, Mercado de T.I cresce

Segurança de dados nas pequenas empresas

on outubro 10, 2016 Comentários desativados em Segurança de dados nas pequenas empresas

Uma pesquisa recente da PWC indica que o número de ataques virtuais aumentou em pelo menos 27% no Brasil. O tema ainda é preocupante para as organizações que precisam manter a segurança de dados.

Segundo o site Administradores, uma pesquisa feita pelo Centro de Estudos, Resposta e Tratamento de Incidentes de Segurança no Brasil, revelou um aumento de incidentes devido às falhas em estruturas de segurança focadas em perímetro.

Diante deste cenário, as pequenas empresas acabam ficando receosas, pois 1) as grandes corporações já estão se prevenindo de ataques virtuais, então 2) as ameaças podem se voltar às menores companhias?

De fato, as ameaças virtuais podem acontecer a qualquer empreendimento, seja ele pequeno ou grande. O importante é estar atento sempre às novidades de segurança do mercado e manter seus sites e plataformas com senhas e plugins atualizados, para minimizar o risco e manter seu negócio tranquilo.

 

Fonte: Administradores

leia mais
Andressa NascimentoSegurança de dados nas pequenas empresas

Um novo cenário para ciber-ataques

on agosto 18, 2016 Comentários desativados em Um novo cenário para ciber-ataques

Uma das grandes preocupações de todos os clientes que pensam em criar um site com informações e dados é a segurança. Ainda que muitos não entendam a importância da manutenção periódica de plugins e de sistemas em cada plataforma, seja ela wordpress, joomla, ou até mesmo os HTMLs programados, é imprescindível ter um plano de ação para que haja confiança de todas as partes, especialmente do cliente final, para evitar ciber-ataques.

Segundo o site Decision Report, antigamente as instituições financeiras eram os principais alvos de criminosos digitais, porém agora todos os segmentos estão sob sua mira, especialmente com a atualização e crescimento de dados configurados em nuvem. Ainda de acordo com o veículo, há a expectativa de que até 2020 pelo menos 35 zettabytes de dados de aproximadamente 85% dos negócios serão armazenados.

No entanto, até o momento pelo menos 79% das empresas já sofreu com algum tipo de ataque. Entre as principais ameaças apontadas, foram destacados pelo veículo os spear-phishers, BOTnets, ataques DDoS, zero-day threats e ameaças internas proporcionadas por ex-funcionários.

Mas como isso pode ser gerenciado?

Na maioria dos casos é interessante ter, alem de softwares de segurança de dados, a manutenção periódica da equipe de soluções digitais, de modo que todas as atualizações possam ser revistas e que qualquer anormalidade possa ser prevista para garantir melhor eficiência dos sites e credibilidade para o cliente final.

Fonte: Decision Report – http://bit.ly/2blhod3

 

leia mais
Andressa NascimentoUm novo cenário para ciber-ataques