messenger

All posts tagged messenger

Como o escândalo do Facebook pode afetar a sua vida

on abril 9, 2018 Comentários desativados em Como o escândalo do Facebook pode afetar a sua vida

Se você não esteve em um buraco nas últimas semanas, deve ter ouvido falar que houve um escândalo envolvendo o Facebook e a Cambridge Analytica. Aparentemente os dados de pelo menos 50 milhões de usuários foram utilizados sem o consentimento através de um teste psicológico que está circulando na rede social. Segundo o G1, a empresa coletava também os dados dos amigos dos usuários, também.

Depois deste escândalo e da pressão dos governos pela transparência de informações no que diz respeito ao vazamento de dados, o Facebook decidiu endurecer a sua política de dados aparentemente de suas outras redes sociais, como o Instagram e o Messenger.

O trabalho com redes sociais versus o Facebook

Há pelo menos uns bons anos, veículos e marcas utilizam das redes sociais para promover seu negócio e dissipar informações. Com isso, foram criadas várias ferramentas de monitoramento, automação, criação e geração de relatórios. Estas facilitavam e permitiam geração de benchmark mais poderoso e cheio de informações.

Com o escândalo do Facebook, as empresas de redes sociais podem encontrar um problema sério pela frente, afinal muitos recursos fundamentais foram encerrados.

Estevão Soares fez um texto muito interessante no seu blog com uma pesquisa completa sobre o que pode afetar, de fato, o seu negócio. Você pode conferir aqui. 

Segundo o texto dele, pelo menos para o Instagram foram encerradas as seguintes funcionalidades:

“- Os fluxos de informação de Grupos, eventos e buscas de página não irão mais exibir informações de usuários identificáveis como: usuário e foto do perfil.

– Algumas ferramentas poderiam fazer buscas para atrelar o perfil ao resultado da buscas e assim categorizar o comportamento daquele público.

– Impossibilidade de acompanhar o fluxo de Páginas que você não tem o acesso apropriado.

– Anteriormente, era possível monitorar os comentários de concorrentes em tempo real por exemplo.

– Restrição nas informações de Eventos e Grupos.

– Anteriormente, era possível extrair a lista de convidados de cada evento e também ler o conteúdo de posts na timeline de eventos. Com esta atualização, isso deixa de ser possível.

– Não será possível trocar mensagens privadas utilizando os aplicativos de terceiros (aparentemente isso só é válido para novas páginas, as antigas, já conectadas nas ferramentas, estarão ok.). Isso impacta diretamente o fluxo de atendimento de ferramentas de Gestão onde tickets são categorizados e repassados para outros atendentes por exemplo.

– Mencionar Páginas e Usuários não será mais permitido.

– Não será mais possível taguear um conteúdo referente a Branded Content”.

Com estas mudanças e o fim das ferramentas de automação, é possível que muitas marcas sintam seu engajamento e número de curtidas cair drasticamente.

O que podemos pensar a respeito?

Ainda é cedo para pensar como as agências de mídias sociais devem agir. Afinal de contas, o escândalo ainda está rolando e fica difícil saber qual vai ser o posicionamento final do Facebook com relação à sua API.

O que podemos sugerir, para este momento, é: Mantenham-se sempre com as ferramentas oficiais da marca e tenham paciência. Os resultados orgânicos demoram bem mais a aparecer, mas aparecem.

Fonte: G1

leia mais
Andressa NascimentoComo o escândalo do Facebook pode afetar a sua vida

Até quanto monetizar é viável nas redes sociais

on julho 11, 2017 Comentários desativados em Até quanto monetizar é viável nas redes sociais

O Facebook, lá em seus primórdios, tinha a idéia inicial de conectar pessoas do passado para manter as amizades aquecidas sempre. Idéia genial. No entanto, com o passar do tempo – e com o aumento dos lucros -, Mark Zukerberg percebeu que o seu negócio tinha virado quase que literalmente uma mina de ouro. Hoje em dia, a empresa é uma das maiores do setor de tecnologia. No entanto, até quanto monetizar é viável, do ponto de vista do consumidor?

Nesta semana a gigante anunciou que agora anúncios serão vistos também na janela de conversa do aplicativo Messenger (uma extensão do Facebook que permite o bate papo com quem o usuário é conectado). De início, as marcas podem enxergar isso como uma oportunidade, é claro. É mais um meio de se fazer visível. No entanto, como será essa experiência para o usuário?

Propaganda e Feed

Claro que o Facebook promover conteúdos de acordo com os nossos gostos é algo interessante, visto que as marcas podem ir de encontro facilmente com o seu público alvo através de poucos reais. No entanto, é preciso pensar em que momento apresentar isso para o usuário. Afinal, a página já nos mostra tantos patrocinados, que o feed já está quase que 50% de propaganda e os outros 50% de coisas que realmente curtimos.

Por outro lado, se o Facebook está expandindo a ferramenta é sinal de que o público tem clicado muito mais nos patrocinados. Ou ele quer que passe a clicar, certo?

Vamos aguardar e ver como o público vai reagir ao ter um anúncio na abertura do Messenger. Seguramente o Sr. Zucerberg vai encontrar uma maneira de fazer dar certo.

Fonte: G1

leia mais
Andressa NascimentoAté quanto monetizar é viável nas redes sociais

Facebook e Spotify unidos: a integração das redes sociais

on junho 21, 2017 Comentários desativados em Facebook e Spotify unidos: a integração das redes sociais

Que o mundo está voltado para as redes sociais, nós já sabemos. Agora, o que vemos é a integração de vários players grandes, a fim de deixar os usuários cada vez mais conectados e confortáveis.

Facebook Messenger e Spotify

Segundo o Canaltech, a gigante de Mark Zuckerberg anunciou uma novidade: agora o aplicativo de mensagens, o Facebook Messenger, se uniu ao Spotify e agora permite que listas de reprodução de músicas sejam criadas na própria janela do chat. Ainda de acordo com a publicação, a novidade funciona para indivíduos e grupos.

Para o público, a novidade vem agregar – e muito – valor para as duas marcas. Os dois players, diferentes porém com o mesmo foco – integração nas redes sociais – vão permitir que tudo seja feito dentro de apenas uma plataforma. É uma maneira simples de diminuir aplicativos, espaço no dispositivo e manter todas as atividades na mesma janela. Para grupos que costumam se reunir para festas e afins, vai ser absolutamente democrático, se pensarmos que todos podem adicionar músicas na lista e que apenas uma pessoa necessariamente precisa ter conta no Spotify.

As redes sociais, em verdade, vieram para democratizar a nossa vida. A comunicação, o compartilhamento de informações e de idéias, de sugestões faz com que todos se tornem cada vez mais 3.0. E as gigantes captaram esta ideia e já estão colocando em prática suas novas fórmulas, para surpreender cada vez mais o público.

Fonte: https://canaltech.com.br/noticia/facebook/agora-voce-pode-criar-playlists-do-spotify-pelo-facebook-messenger-95756/

leia mais
Andressa NascimentoFacebook e Spotify unidos: a integração das redes sociais

As redes sociais mais usadas no Brasil

on novembro 24, 2016 Comentários desativados em As redes sociais mais usadas no Brasil

As redes sociais crescem cada vez mais no Brasil e no mundo e é importante estar sempre antenado em quais são mais utilizadas para fazer um trabalho mais eficiente com a sua marca.

O site Marketing de Conteúdo divulgou uma pesquisa que indica que praticamente 65% dos jovens brasileiros com até 25 anos já acessam a internet todos os dias neste país e que deste número, 67% busca informações, diversão e notícias dentro das próprias redes sociais.

O veículo também divulgou as redes sociais mais utilizadas no Brasil atualmente. As 10 mais utilizadas são:

  • Facebook
  • Whatsapp
  • Messenger (aplicativo mobile separado do Facebook)
  • YouTube
  • Instagram
  • Google +
  • Skype
  • Twitter
  • Linkedin
  • Snapchat

A partir destes dados, as marcas podem criar seus planos de marketing de acordo com cada negócio que oferecem, para otimizar a divulgação e relacionamento com os leitores nas devidas redes sociais.

Fonte: Marketing de Conteúdo – http://marketingdeconteudo.com/redes-sociais-mais-usadas-no-brasil/

leia mais
Andressa NascimentoAs redes sociais mais usadas no Brasil