BLOG

Seus dados não são apenas seus

on abril 30, 2018 Comentários desativados em Seus dados não são apenas seus

Não que isso seja uma surpresa, mas tivemos mais um escândalo de segurança nesta semana. O Twitter confirmou que também vendeu dados dos usuários para a Cambridge Analytica, assim como o Facebook.

Segundo o Canaltech, a GSR, mediadora entre o Twitter e Cambridge Analytica teria pagado por um dia de acesso à base de dados da rede de microblogging para coletar amostra de tweets públicos entre dezembro de 2014 e abril de 2015.

Ainda segundo a matéria, os dados teriam sido utilizados para criação de relatórios de marcas e pesquisas de ferramentas de extensão.

Dados para que te quero

A verdade então, meus amigos, é única: Nossos dados não são mais nossos. Porque é um ciclo: Se eu não tenho qualquer rede social ou não acesso à internet, não vivo para este mundo. Se eu tenho, necessito compartilhar as minhas informações. Não há uma boa escapatória.

Claro que antigamente já existia uma coleta de dados de maneira indireta quando ainda não existia a internet. Eram pesquisas públicas, dados de compra em lojas físicas e tudo mais. A internet apenas facilitou o caminho. No entanto, atualmente é possível saber muito mais do que apenas informações simples de compras de consumidores.

Atualmente é possível saber o posicionamento político, as vontades íntimas, exatamente o pensar de cada indivíduo. É a famosa inteligência artificial. Aquela, que víamos antigamente nos filmes e achávamos que não nos afetaria. Pois sim, ela já nos atinge há algum tempo e somente agora nos demos conta.

Pontos negativos

É claro que pesquisadoras como Cambridge Analytica não vão utilizar os seus dados para comprar, sei lá, um sofá em seu nome. Porém, o buraco é mais embaixo. Se lembram do escândalo da eleição de Donald Trump, nos Estados Unidos, em que rumores apontavam que os eleitores foram influenciados através das redes sociais?

Bingo.

Com os dados, preferências, pesquisas íntimas de cada usuário, é possível simplesmente influenciar – para o bem e para o mal o grande público. Já temos provas de que com as redes sociais é possível levantar ou destruir uma marca.

Quem não se lembra do caso Quitandinha, em que a repercussão negativa fez com que o bar, localizado no coração da Vila Madalena, fechasse por alguns dias por conta de tantos protestos em sua porta.

É preciso ficar atento com tudo que é publicado. É importante sempre apurar a informação, observar as fontes das notícias e tomar sua decisão. Nunca acreditar apenas em um post, especialmente se a informação for levemente tendenciosa.

Estamos na era do bombardeio de informação. Portanto, é o momento de peneirar o que é válido e o que não é.

Fonte: Canaltech 

Andressa NascimentoSeus dados não são apenas seus

Related Posts

Take a look at these posts